Câmara Municipal de Piracicaba

Área de identificação

Identificador

SPCVP

Forma autorizada do nome

Câmara Municipal de Piracicaba

Forma(s) paralela(s) de nome

Outra(s) forma(s) de nome

Tipo

  • Municipal
  • Poder Legislativo

Área de contato

 

Câmara Municipal de Piracicaba

Tipo

Endereço

Endereço

Rua Alferes José Caetano, 834

Localidade

Piracicaba

Região

São Paulo

Nome do país

Brasil

CEP

13400120

Telefone

+55 (19) 34036500

Fax

E-mail

Nota

 

Setor de Gestão de Documentação e Arquivo

Tipo

Endereço

Endereço

Rua São José, 547 (4º andar do prédio anexo da Câmara Municipal de Piracicaba)

Localidade

Piracicaba

Região

São Paulo

Nome do país

Brasil

CEP

13400330

Telefone

+55 (19) 34037130

Fax

E-mail

URL

Nota

área de descrição

Histórico

A Câmara Municipal de Piracicaba foi criada em 1822, em decorrência de um ato do Governo Provisório de São Paulo, no qual a Freguesia de Santo Antônio de Piracicaba foi erigida à categoria de Vila, recebendo o nome de Vila Nova da Constituição, em homenagem à Constituição Portuguesa que fora recentemente promulgada. A elevação da Freguesia à condição de Vila e a disposição da Câmara Municipal marcam o início da autonomia administrativa da região.
Através da Ata de Instalação da Câmara e de eleições indiretas se tem a primeira sessão da Câmara Municipal da Vila Nova da Constituição, que ocorreu no dia 11 de agosto de 1822, na residência do Juiz-Presidente, o Capitão João José da Silva. Já a primeira Casa da Câmara que se tem notícia foi construída onde hoje está localizada a praça José Bonifácio. Ali foram instalados os diferentes órgãos administrativos da Vila, na seguinte disposição: a Casa da Câmara foi construída na praça José Bonifácio com sua face principal voltada para a igreja matriz, ao lado e anexo à Câmara estava a Cadeia e no centro, entre a Câmara e a Igreja Matriz, foi instalado o Pelourinho. Anos depois a Câmara migrou para um imóvel na Praça Tibiriçá. Posteriormente, instalou-se na confluência das Ruas Alferes José Caetano e São José, e em 1975, no número 834 da Rua Alferes José Caetano, local onde se encontra até os dias atuais.
Em 1828, uma lei provincial criou, de maneira definitiva, os municípios, e também definiu melhor as funções das Câmaras Municipais, cujos direitos e deveres foram estabelecidos pelos Códigos de Posturas. A primeira Postura criada pela Câmara foi a cobrança de uma finta (imposto) de quatrocentos réis, que era cobrada por cabeça de escravo, a fim de atender às despesas de construção da Casa da Câmara, cadeia, mercado e açougue, sendo este também o primeiro imposto lançado na municipalidade.
Por uma Lei Provincial, outorgada no dia 24 de abril de 1856, a Vila é elevada à categoria de Cidade, e manteve o nome de Constituição até o dia 19 de abril de 1877, quando, por intermédio de Prudente de Moraes, a cidade adota o nome de Piracicaba, abandonando assim a antiga denominação portuguesa.
Com a proclamação da república no Brasil, foi outorgado também o primeiro Regimento Interno da Câmara Municipal de Piracicaba, no qual a constituição, estrutura, atribuições, funções, competências e atribuições da Câmara foram regulamentadas. E, em 1908, passa a entrar em vigor uma nova organização do sistema municipal, com a separação das funções da Câmara e do Prefeitura, e a designação dessas atribuições.
No dia 1º de agosto de 1975 ocorreu a inauguração da sede da Câmara Municipal de Piracicaba, na localidade que se encontra até os dias atuais (Rua Alferes José Caetano, nº834).

contexto cultural e geográfico

A Câmara Municipal de Piracicaba foi criada em um contexto de transição entre o período colonial e o império, sendo oficialmente instaurada pouco tempos antes da proclamação da independência do Brasil. A Câmara piracicabana acompanhou as transições brasileiras, passando por repúblicas e ditaduras e seus documentos refletem cada um desses períodos.

Mandatos/Fontes de autoridade

BRASIL. Lei n. 8.159, de 8 de janeiro de 1991 [Lei de Arquivos], que dispõe sobre a política nacional de arquivos e dá outras providências.
BRASIL. Decreto n. 4.073, de 3 de janeiro de 2002, que regulamenta a lei n. 8.159, de 8 de janeiro de 1991, que dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados.
BRASIL. Lei n. 12.527, de 18 de novembro de 2012. Regula o acesso a informações
PIRACICABA. Lei Municipal n. 5.838, de 02 de outubro de 2006. Dispõe sobre a reorganização administrativa da câmara de vereadores de Piracicaba, de seu quadro de pessoal e dá outras providências.
PIRACICABA. Lei Orgânica do Município de Piracicaba

estrutura administrativa

A Câmara de Piracicaba é administrada por uma mesa diretora, composta por vereadores que ocupam os cargos de presidente, vice-presidente, 1º secretário e 2º secretário. Tais cargos são eletivos e renovados a cada dois anos. Em sua estrutura administrativa a Câmara é composta por departamentos e setores, entre eles esta o Setor de Gestão de Documentação e Arquivo, que é responsável pela gestão e preservação dos documentos da Casa.

Políticas de gestão e entrada de documentos

A maior parte dos documentos foram produzidos e recebidos pela Câmara Municipal de Piracicaba, sendo assim acumulados de maneira orgânica em decorrência das atividades e funções da instituição. O arquivo também preserva documentos recebidos por doação. A política de gestão, transferência e recolhimento de documentos segue os instrumentos de gestão elaborados, aprovados e publicados pela Casa, como o Plano de Classificação e a Tabela de Temporalidade.

Prédios

Situa-se em dois prédios localizados no centro da cidade de Piracicaba. No prédio principal, localizado na rua Alferes José Caetano, há um arquivo deslizante capaz de armazenar aproximadamente 800 metros lineares de documentos textuais, e lá estão alocados os documentos de caráter intermediário e permanente da Casa. No prédio anexo, localizado na rua São José, situa-se outro arquivo, destinado a guardar e preservar os documentos mais antigos e em suportes distintos do textual (como iconográfico e audiovisual).

Acervo

A Câmara Municipal de Piracicaba custodia documentos que datam do final do século XVIII até os dias atuais, decorrentes principalmente das atividades e funções da casa legislativa. Os documentos mais antigos datam de momentos anteriores a criação da própria Câmara, com registros textuais da fundação da cidade e elevação desta a categoria de Vila. No arquivo existem documentos de diferentes gêneros, como textuais, iconográficos, cartográficos, audiovisuais e tridimensionais, além de um biblioteca legislativa.

Instrumentos de pesquisa, guias e publicações

área de acesso

horário de funcionamento

Segunda a sexta feira, das 8h00 as 17h00, exceto nos feriados nacionais, estaduais e municipais.

Condição de acesso e uso

Existem restrições de acesso aos documentos de caráter sigiloso, em fase de organização e a depender do estado de conservação dos documentos antigos, sendo apenas disponível a versão digitalizada para conservar o documento físico deteriorado.

Acessibilidade

A sede e o prédio anexo da Câmara possuem elevadores e banheiros apropriados para pessoas com necessidades especiais.

área de serviços

serviços de pesquisa

A pesquisa pode ser realizada de modo presencial, na sala de pesquisa. Para serviço de consulta a distância deve ser feita uma solicitação de informação por meio do e-mail ou SIC.

serviços de reprodução

Reprodução xerográfica, fotográfica e digital (a depender do estado de conservação do documento).

Áreas públicas

Na sede há o "Espaço Prudente de Morais", memorial dedicado ao primeiro presidente civil do Brasil e também ex-vereador da Câmara de Piracicaba, com linha do tempo, fotos e mobiliários antigos. Podem-se agendar visitas guiadas para conhecimento do prédio, do acervo e da Instituição.

Área de controle

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Regras ou convenções utilizadas
INTERNATIONAL COUNCIL ON ARCHIVES. ISDIAH: International Standard for Describing Institutions with Archival Holdings. Paris: International Council on Archives, 2008.
CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (Brasil). CODEARQ: código de entidades custodiadoras de acervos arquivísticos. Disponível em: <www.conarq.arquivonacional.gov.br>. Acesso em: 22 fev. 2009. Brasil. Arquivo Nacional

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão e eliminação

16 de novembro de 2021

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

CÂMARA DE VEREADOS DE PIRACICABA. Carta de serviços ao usuário. Disponível em: < https://transparencia2.camarapiracicaba.sp.gov.br/doc/carta_de_servicos_ao_usuario.pdf.>. Acesso em: 04 set. 2020
GUERRINI, Leandro. História de Piracicaba em Quadrinhos. 1°volume. Piracicaba, SP: Equilíbrio: Instituto Histórico e Geográfico – IHGP, 2009.
MARCONDES, Neide. Na trilha do passado paulista: Piracicaba século XX. Piracicaba, SP: Degaspari, 2008.
NEME, Mário. História da Fundação de Piracicaba. Piracicaba, SP: Equilíbrio: Instituto Histórico e Geográfico – IHGP, 2009.
PIRACICABA. Lei Municipal n. 5.838, de 02 de outubro de 2006. Dispõe sobre a reorganização administrativa da câmara de vereadores de Piracicaba, de seu quadro de pessoal e dá outras providências.
PIRACICABA. Lei Orgânica do Município de Piracicaba Disponível em: < https://leismunicipais.com.br/lei-organica-piracicaba-sp.>. Acesso em: 04 set. 2020
TORRES, Maria Celestina Teixeira Mendes. Piracicaba no Século XIX. Piracicaba, SP: Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba. Editora Degaspari 2003

Notas de manutenção

Setor de Gestão de Documentação e Arquivo da Câmara Municipal de Piracicaba

Pontos de acesso

Pontos de acesso

  • Área de Transferência

Contato principal

Rua Alferes José Caetano, 834
Piracicaba, São Paulo
BR 13400120