Posse

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) de fonte(s)

Nota(s) de exibição

Termos hierárquicos

Posse

Termos equivalentes

Posse

Termos associados

Posse

41 Descrição arquivística resultados para Posse

41 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Ata - 01/01/1829

Ata da reunião de 01 de janeiro de 1829, realizada na casa do juiz presidente, na qual, houve posse a nova Câmara, sendo juízes: Capitão Miguel Antônio Gonsalves, José Rodrigues Leite e os Vereadores: o ajudante Albano Leite do Canto, o Alferes José de Camargo Neves, Joaquim Antônio da Silva e Procurador Joaquim da Cunha Guedes.
Documento registrado pelo escrivão Manoel Anselmo de Souza e assinado por: Aranha, Morais, Franco, Carvalho e Gorgel.

Ata - 02/03/1829

Leitura de circular do Presidente da Provícia em que determinava aos Juízes de Paz a boa ordem da polícia, bem como leu-se um ofício de Manoel de Barros Ferraz, alegando a impossibilidade de posse devido a moléstias e outro de Antônio Soares de Barros, informando de mesmo modo a impossibilidade de vir tomar posse, comunicando que, quando possível, o faria. Documento registrado e escrito por Joze Rodrigues de Cerqueira Cezar e assinado por Roza, Canto, Oliveira, Silva e Correa.

Ata - 03/03/1829

Ata da reunião de 03 de março de 1829, onde se procedeu a leitura de um ofício de Manoel de Barros Ferraz no qual alegava não ir tomar posse por estar em uso de remédios e que quando lhe fosse possível, tomaria posse. Deliberou-se que se chamasse o imediato em votos Francisco José Machado e o nomeado procurador Joaquim Guedes de Queiroz, que também informou que não podia ocupar o cargo por motivo de moléstia. Documento registrado e escrito por Joze Rodrigues de Cerqueira Cezar e assinado por Roza, Canto, Oliveira, Silva e Correa.

Ata - 03/11/1829

Ata da reunião de 03 de novembro de 1829, onde foi realizada a apresentação pelo fiscal Joaquim Marins de seu relatório e relembrando a Câmara sobre a necessidade de escolher um terreno para gado de corte e sugerindo o fim da Rua da Praia como o melhor lugar. Requerimento de Guilherme Wittik no qual pedia um terreno que a edilidade doou a Santo Antônio, tal pedido foi indeferido após discussão. Posse do capitão mor Estevão Cardozo de Negreiros para Juiz de Paz da Capela do Ribeirão e posse de Joaquim da Cunha para fiscal da freguesia de Araraquara.
Documento registrado e escrito pelo secretário Padre Joze Maria de Oliveira e assinado por Roza, Negreiros, Silva, Barros Ferraz, Fiuza, Correa e Canto.

Ata - 04/03/1829

Ata da reunião de 04 de março de 1829, onde foi realizada uma discussão sobre a impossibilidade da posse do procurador Joaquim Guedes de Queiroz e de seu substituto João Damasceno Pacheco. Posse do Francisco José Machado. Proposta para a criação de uma sede própria para a Câmara Municipal e discussão sobre a questão e problemas do cemitério dentro do centro da Vila. Documento registrado e escrito por Joze Rodrigues de Cerqueira Cezar e assinado por Roza, Canto, Oliveira, Silva, Correa e Machado.

Ata - 04/05/1833

Ata da reunião de 04 de maio de 1833, onde tratou-se sobre: tomou posse como Juiz Municipal desta Vila o senhor Agostinho Jose de Carvalho.
Propos o presidente da câmara que se designasse o dia em que deve ser feito o alistamento dos jurados nas Capelas e Freguesias, assim como os párocos. O suplente fiscal de Ribeirão Claro, Manoel Bueno, alegou não poder exercer o seu emprego por não saber ler e foi atendido.
Nomearam fiscais e discutiram a respeito de ofícios.
Documento escrito por Francisco Florencio do Amaral, e assinado por Fiuza, Toledo, Oliveira, Morais e Maxado.

Ata - 05/03/1829

Ata da reunião de 05 de março de 1829, onde foi realizada a segunda discussão da Câmara a respeito do problema do cemitério dentro do recinto do Templo. Proposta do vereador Albano Leite do Canto de divisa da Vila em quarteirões. Posse de Procurador interino João Damasceno Pacheco, devido ao impedimento do primeiro nomeado Joaquim Guedes de Queiroz pois estava enfermo. Documento registrado e escrito por Joze Rodrigues de Cerqueira Cezar e assinado por Roza, Canto, Oliveira, Silva e Correa.

Ata - 05/11/1829

Ata da reunião de 05 de novembro de 1829, onde foi realizada a posse de José Januário Ferreira para o cargo de fiscal suplente da freguesia de Araraquara. Discussão acerca do modo de se conceder datas de terras (3). Resposta a ofício do governo da Província sobre a construção de uma cadeia em Araraquara, no qual foi informado que a edilidade local não tinha fundos nem para edificar a Casa da Câmara nem a cadeia local.
Documento registrado e escrito pelo secretário Padre Joze Maria de Oliveira e assinado por Roza, Negreiros, Silva, Barros Ferraz, Correia, Fiuza e Canto.

Ata - 06/05/1836

Ata da reunião de 06 de maio de 1836, onde tratou-se sobre: Foi lido um ofício da Câmara da Capital em que alega ter dado posse e juramento como Vice-Presidente Jose Manoel de França, além de um outro ofício do presidente da Província pedindo que esta Vila e as demais freguesias fora das povoações, informem o estado dos cemitérios públicos. Ademais foram lidos ofícios, requerimentos e discutiram a respeito das Guardas Policiais da Limeira.
Documento escrito pelo secretário Francisco Florencio do Amaral e assinado por Antonio Fiuza de Almeida, Domingos Soares de Barros, Manoel de Toledo Silva, Teotonio Jose de Mello e Bento Manoel de Moraes.

Câmara Vila da Constituição

Ata - 06/08/1833

Ata da reunião extraordinária de 06 de agosto de 1833, onde tratou-se sobre: tomação de posse de juízes, alistamento das Guardas Nacionais e a leitura de um ofício da Vila da Campanha datado de 15 de Junho de 1833, no qual comunica os seus sentimentos a câmara desta Vila acerca da remoção do atual tutor do Jovem Imperador.
Documento escrito por Francisco Florencio do Amaral, e assinado por Antonio Fiuza de Almeida, Bento Manoel de Morais, Francisco Jose Maxado, Manoel de Toledo Silva e Elias de Almeida Prado.

Resultados 1 até 10 de 41