Pelouro

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) de fonte(s)

Nota(s) de exibição

Termos hierárquicos

Pelouro

Termos equivalentes

Pelouro

Termos associados

Pelouro

11 Descrição arquivística resultados para Pelouro

11 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Abertura e publicação de pelouro

Abertura e publicação de pelouro dos juízes ordinários, oficiais da Câmara e Juiz de Órfãos que foram escolhidos pela primeira eleição. Saindo como juízes ordinários o Capitão João José da Silva e o Capitão Domingos Soares de Barros; como vereadores Xisto de Quadros Aranha, Alferes Miguel Antonio Gonçalves e Garcia Rodrigues; como procurador Pedro Leme de Oliveira; e como Juiz de Órfãos Manoel de Barros Ferras.
O documento foi escrito pelo escrivão José Manoel Lobo.

Anulação dos pelouros antecedentes

Anulação dos pelouros antecedentes conforme provisão do Desembargo do Passo de 17 de novembro de 1825, por denúncias realizadas a respeito das eleições antecedentes.
Explicação de documento recebido do governo do império, assinada e checada pelo escrivão Francisco José Machado.

Ata - 08/12/1827

Ata da reunião de 08 de dezembro de 1827, realizada na casa do juiz ordinário e presidente, onde foram convocados os vereadores e procurador, para abertura do pelouro, onde saíram para Juízes: Alferes Jose Vaz Pinto e o Capitão Manoel Ferras de Campos. Para vereadores: Albano do Canto Leite, João Morato de Carvalho, Antonio Franco do Amaral. Procurador: Ignácio Francisco do Amaral. Juiz de Órfãos: Capitão Manoel Paes de Arruda. Documento registrado pelo escrivão João Baptista de Siqueira e assinado por: Silva, Oliveira, Fiuza e Gorgel.

Eleição dos pelouros de 1822

Eleição de pelouros para Juízes Ordinários, Vereadores e Procuradores para servirem na Vila Nova da Constituição e lista de eleitores feita na casa do Ministro Desembargador João de Medeiros Gomes, ouvidor geral e corregedor da Câmara da Vila de Itu, escrito pelo escrivão José Manoel Lobo.

Eleição dos pelouros de 1824

Eleição de pelouros para votarem nos oficiais da Câmara, com lista de eleitores e juramento dos mesmos. A eleição ocorreu na casa do ministro. O documento foi escrito e assinado pelo escrivão José Manoel Lobo. Saíram para eleitores: o Capitão Domingos Soares de Barros, Capitão mor João Jose da Silva, Carlos Jose Botelho, Luciano Ribeiro Passos, Vicente de Campos, o Alferes Miguel Antonio.

Eleição dos pelouros de 1826

Eleição de pelouros da Justiça e mais oficiais da Câmara, com lista de votos para definir o novo grupo de eleitores e juramento dos mesmos. Saindo para eleitores o Capitão Mor João José da Silva, o Sargento Mor Domingos Soares de Barros, o Sargento Mor Estevão Cardoso de Negreiros, o Alferes José Vas Pinto, o Capitão Manoel de Toledo Silva e o Capitão Miguel Antonio Gonçalves.
Documento escrito e assinado pelo escrivão João Baptista de Siqueira.

Eleição dos pelouros de 1828

Eleição de pelouros para Juízes Ordinários, Oficias da Câmara e Juiz de Órfãos, com lista de eleitores e juramento dos mesmos. Saindo para eleitores Carlos José Botelho, Manoel Barros Ferraz, Antonio Soares de Barros, Luciano Ribeiro Passos e Vicente de Campos.
Documento escrito e assinado pelo escrivão [Frutão] de Abreu Rangel. Também foi assinado por Carlos Jose Botelho, Vicente de Campos Gorgel, Luciano Pedro [...?], Antonio Soares de Barros, Manoel de Barros Ferras e Manoel de Toledo Silva.

Eleição dos pelouros de 1831

Eleição de pelouros de Juízes Ordinário e Juiz de Órfãos, com lista da eleição e juramento. Saindo para eleitores Caetano Rosa, Antonio Finsa de Almeida, Capitão Manoel de Toledo Silva, Jose Rodrigues Leite, Vicente de Amaral de Gorgel, Luciano Ribeiro Passos e Albano Leite do Canto.
Documento escrito e assinado pelo escrivão Pedro Liberato de Machado. Também assinado por Jose Caetano Rosa, Antonio Finsa de Almeida, Jozé Roiz Leite, Albano Leite do Canto, Vicente d’Amaral Gorgel e Manoel de Toledo Silva.

Juramento dos eleitores

Juramento dos eleitores que foram escolhidos para representarem a Vila Nova da Constituição em sua primeira votação: Capitão João José da Silva, Capitão Domingos Soares de Barros, Alferes Manoel de Toledo, Alferes Miguel Antonio, Manoel de Barros Ferraz e Tenente João Leite de Cerqueira. Termo escrito pelo escrivão José Manoel Lobo.

Resultados 1 até 10 de 11