Ofício

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) de fonte(s)

Nota(s) de exibição

Termos hierárquicos

Ofício

Termos equivalentes

Ofício

Termos associados

Ofício

92 Descrição arquivística resultados para Ofício

92 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Ata - 30/05/1837

Sessão Extraordinária do dia 30 de maio de 1837, sob presidência de José Alvares de Castro. Em sessão leram o ofício do presidente da Província acompanhado de instruções sobre a cadeira de primeira Letras desta Vila. Foi lido um ofício de Joaquim Rodrigues de Sampaio e outros herdeiros do finado Manoel Rodrigues de Sampaio, em que pede que esta Câmara forneça a quantia de cem mil reis para a Pedro Gonçalves Meira, dinheiro esse que seu finado pai tinha que receber da ponte. Foi lido uma queixa do fiscal do Rio Claro contra o escrivão do juiz de paz, onde o mesmo o insultou.
Documento redigido pelo secretário Francisco Florencio do Amaral e assinado por: José Alvares de Castro; Manoel da Roxa Garcia; João Carlos da Cunha; Joaquim de Marins Peixoto; e Teotonio José de Mello.

Ata - 30/04/1839

Ata da sessão ordinária do dia 30 de abril de 1839, sob presidência de José Alvares de Castro. Em sessão foi lido um ofício do vereador Toledo pedindo dispensa por estar doente. Leram o relatório do fiscal da Vila, um ofício da Assembléia Provincial, e finalizaram com a leitura de ofícios e requerimentos.
Documento redigido pelo secretário José Lopes de Siqueira e assinado por: José Alvares de Castro; João Carlos da Cunha; Joaquim de Marins Peixoto; Antônio José da Silva; e Ignácio José de Siqueira.

Ata - 29/04/1839

Ata da sessão ordinária de 29 de abril de 1839, sob presidência de José Alvares de Castro. Em sessão o secretário informou que se encontra a Vila sem Juiz Municipal e discutiram sobre isso. Reveram todos os papéis da presente sessão leram requerimentos e portarias do Presidente da Província, e um ofício da Assembléia Provincial aprovando as posturas das vacinas.
Documento redigido pelo secretário José Lopes de Siqueira e assinado por: José Alvares de Castro; Manoel da Rocha Garcia; João Carlos da Cunha; Joaquim de Marins Peixoto; Antônio José da Silva; e Ignácio José da Siqueira.

Ata - 29/03/1828

Ata da reunião de 29 de março de 1828, realizada na casa do juiz presidente, na qual, derão posse de Juiz de Paz a Manoel de Barros Ferras e posse de Juiz de Paz da Capela de Santa barbara ao Capitão Agostinho José de Carvalho. Foi nomeado para escrivão de Juiz de Paz Francisco Cassiano de Farias Xagas. Na mesma ocasião abriam um ofício do presidente solicitando informação sobre uma representação dos povos de Araraquara para mestre de primeiras letras.
Documento registrado pelo escrivão Manoel Anselmo de Souza e assinado por: Aranha, Morais, Carvalho e Gorgel.

Ata - 28/10/1832

Ata da reunião de 28 de outubro de 1832, onde tratou-se sobre: cumprir um ofício do presidente da província, ordenando que a câmara exclua a apuração que fizer das cédulas para vereador da seguinte legislatura.
Os que vieram da nova Vila de Araraquara entrou em discussão e foi deliberado que se fizesse publico por edital que no dia cinco de novembro do próximo ano se fará novamente as ditas apurações de votos.
Documento escrito por Francisco Florencio do Amaral, e assinado por Roza, Fiuza, Prado, Silva e Castro.

Ata - 28/08/1831

Ata da reunião extraordinária de 28 de agosto de 1831, onde tratou-se sobre: Ofício de Francisco Jose Machado onde expõe não poder ir a Itu como eleitor por ser administrador do engenho. Escolheu-se Albano Leite do Canto para assumir tal lugar. Informação do capitão Manoel Joaquim Pinto de Arruda, eleitor de Araraquara, alegando não poder ir a Itu por se achar molesto. Documento escrito pelo secretário Francisco Florencio do Amaral e assinado por: Rosa, Fiuza, Silva, Gorgel e Castro.

Ata - 28/07/1839

Ata da sessão extraordinária do dia 28 de julho de 1839, sob presidência de José Alvares de Castro. Em sessão foi lido um ofício do Juiz Municipal interino alegando ter que fazer uma viagem e que por isso não pode exercer o cargo de Juiz. Leram um outro ofício, esse do capitão mor Antônio Fiuza de Almeida, pedindo para ser insento da comissão. Ademais leram requerimentos, ofícios e data de cartas.
Documento redigido pelo secretário José Lopes Siqueira e assinado por: José Alvares de Castro; João Carlos da Cunha; Francisco de Toledo; Joaquim de Marins Peixoto; e Ignácio Ferraz de Camargo.

Ata - 27/12/1828

Ata da reunião de 27 de dezembro de 1828, realizada na casa do juiz presidente, onde abriram um ofício do Vice-presidente da Província, acompanhado de dois exemplares para a criação da nova Câmara Municipal, além de ofício do Ouvidor da Comarca, com cópia de decreto sobre a “lotação” dos ofícios do Tabelião e Órfãos. Na mesma ocasião deram posse e juramento de Juiz de Medições a Francisco José Machado e de Tesoureiro do Selo a Vicente do Amaral Gurgel. Documento registrado pelo escrivão Manoel Anselmo de Souza e assinado por: Aranha, Franco, Carvalho, Maxado e Gorgel.

Ata - 26/12/1838

Ata da sessão extraordinária de 26 de dezembro de 1838, sob presidência de José Alvares de Castro. Em sessão nomearam os vereadores que devem assistir o conselho da revisão dos jurados nas freguesias vizinhas e nesta Vila. Um ofício do Juiz de Órfãos desta Vila alegando que se ausentou por ter que assistir a assembleia provincial em São Paulo onde é deputado. Ademais leram ofícios e pediram que o fiscal fizesse a limpeza da bica da rua de São José, que foi cortada por falta de limpeza.
Documento redigido pelo secretário José Lopes de Siqueira e assinado por: José Alvares de Castro; Francisco de Toledo e Silva; João Carlos da Cunha; Joaquim de Marins Peixoto e Ignácio José de Siqueira.

Ata - 26/12/1836

Ata da sessão extraordinária do dia 26 de dezembro de 1836, sob presidência de Antônio Fiuza de Almeida. Em sessão leram um ofício do Presidente da Província que solicitava informações sobre a Câmara, no que dispunha ao cumprimento de leis.
Documento redigido pelo secretário Francisco Florencio do Amaral e assinado por: Antônio Fiuza de Almeida, Manoel de Toledo Silva, Domingos José Lopes, Miguel Antônio Gonçalves e Francisco de Camargo Penteado.

Resultados 1 até 10 de 92