Ofício

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) de fonte(s)

Nota(s) de exibição

Termos hierárquicos

Ofício

Termos equivalentes

Ofício

Termos associados

Ofício

92 Descrição arquivística resultados para Ofício

92 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Ata - 24/11/1827

Ata da reunião de 24 de novembro de 1827, realizada na casa do juiz ordinário e presidente, onde foram convocados os vereadores e procurador, na qual, fizeram um ofício ao Vice-Presidente (governo provisório) representando a necessidade de que havia nesta de um “porta-mala” do correio. Documento registrado pelo escrivão João Baptista de Siqueira e assinado por: Campos, Oliveira, Aranha, Fiuza e Gorgel.

Ata - 08/04/1827

Ata da reunião de 08 de abril de 1827, realizada na casa do juiz ordinário, onde foram convocados os vereadores e procurador, na qual, abriram um ofício circular sobre a remessa dos livros da Câmara para serem ficalizadas as suas contas em São Paulo.
Documento registrado pelo escrivão João Baptista de Siqueira e assinado por: Silva, Oliveira, Aranha, Fiuza e Gorgel.

Ata - 16/08/1828

Ata da reunião de 16 de agosto de 1828, realizada na casa do juiz presidente, onde remeteram Ofício ao Vice-Presidente da Província com conta corrente dos reditos do conselho. Na mesma ocasião assinaram uma Carta Data para Antônio Coelho de um brejo atrás de sua casa.
Documento registrado pelo escrivão João Baptista de Siqueira e assinado por: Aranha, Morais, Carvalho e Gorgel.

Ata - 08/11/1828

Ata da reunião de 08 de novembro de 1828, realizada na casa do juiz presidente, na qual realizaram ofício ao Vigário para que no dia 08 de dezembro seja feita as eleições dos Pelouros.
Documento registrado pelo escrivão Manoel Anselmo de Souza e assinado por: Morais, Franco, Carvalho e Gorgel.

Ata - 06/12/1828

Ata da reunião de 26 de julho de 1828, realizada na casa do juiz presidente, na qual, realizaram ofício para se colocar “em praça” três ranchos na nova estrada que vai da Vila a Jundiaí.
Documento registrado pelo escrivão João Baptista de Siqueira e assinado por: Aranha, Morais, Carvalho e Gorgel.

Ata - 27/12/1828

Ata da reunião de 27 de dezembro de 1828, realizada na casa do juiz presidente, onde abriram um ofício do Vice-presidente da Província, acompanhado de dois exemplares para a criação da nova Câmara Municipal, além de ofício do Ouvidor da Comarca, com cópia de decreto sobre a “lotação” dos ofícios do Tabelião e Órfãos. Na mesma ocasião deram posse e juramento de Juiz de Medições a Francisco José Machado e de Tesoureiro do Selo a Vicente do Amaral Gurgel. Documento registrado pelo escrivão Manoel Anselmo de Souza e assinado por: Aranha, Franco, Carvalho, Maxado e Gorgel.

Ata - 29/03/1828

Ata da reunião de 29 de março de 1828, realizada na casa do juiz presidente, na qual, derão posse de Juiz de Paz a Manoel de Barros Ferras e posse de Juiz de Paz da Capela de Santa barbara ao Capitão Agostinho José de Carvalho. Foi nomeado para escrivão de Juiz de Paz Francisco Cassiano de Farias Xagas. Na mesma ocasião abriam um ofício do presidente solicitando informação sobre uma representação dos povos de Araraquara para mestre de primeiras letras.
Documento registrado pelo escrivão Manoel Anselmo de Souza e assinado por: Aranha, Morais, Carvalho e Gorgel.

Ata - 23/08/1828

Ata da reunião de 23 de agosto de 1828, realizada na casa do juiz presidente, onde saíram em correição, na qual acharam tudo na forma determinada em edital. Na mesma sessão mandaram registrar um ofício em que mandaram parar as eleições da paróquia.
Documento registrado pelo escrivão João Baptista de Siqueira e assinado por: Aranha, Morais, Franco, Carvalho e Gorgel.

Ata - 25/10/1828

Ata da reunião de 26 de outubro de 1828, realizada na casa do juiz presidente, onde realizaram ofício ao presidente com informações sobre o Juiz da Paz de Toledo. Não houve interessados na arrematação do açougue.
Documento registrado pelo escrivão João Baptista de Siqueira e assinado por: Morais, Franco, Carvalho e Gorgel.

Ata - 17/01/1829

Ata da reunião de 17 de janeiro de 1829, realizada na casa do juiz presidente, na qual abriram ofícios referentes as Câmaras Municipais e aos lugares aonde se deve fazer Freguesias e Vilas. Na mesma reunião oficiaram a Junta Nacional sobre o requerimento dos taberneiros da Vila.
Documento registrado pelo escrivão Manoel Anselmo de Souza e assinado por: Gonçalves, Canto, Silva e Gorgel.

Resultados 1 até 10 de 92