Mostrando 39 resultados

Descrição arquivística
Eleições Com objetos digitais
Visualizar impressão Visualizar:

Ata - 23/03/1828

Ata da reunião de 23 de março de 1828, realizada na casa do juiz presidente, na qual, foi realizada, eleições para Juiz Ordinário e Juiz de Paz, para o primeiro cargo saiu eleito Caetano José da Cunha, para o segundo houve um empate entre Manoel de Barros e Carlos José Botelho. Manoel de Barros foi eleito com desempate da Câmara.
Documento registrado pelo escrivão João Batista de Siqueira e assinado por: Aranha, Morais, Franco, Carvalho e Gorgel.

Ata - 23/08/1828

Ata da reunião de 23 de agosto de 1828, realizada na casa do juiz presidente, onde saíram em correição, na qual acharam tudo na forma determinada em edital. Na mesma sessão mandaram registrar um ofício em que mandaram parar as eleições da paróquia.
Documento registrado pelo escrivão João Baptista de Siqueira e assinado por: Aranha, Morais, Franco, Carvalho e Gorgel.

Ata - 18/10/1828

Ata da reunião de 18 de outubro de 1828, realizada na casa do juiz presidente, onde realizaram edital para a arrematação da casa de açougue da Vila e também edital para as eleições de paróquia e pelouros para a Capela de Rio Claro.
Documento registrado pelo escrivão João Baptista de Siqueira e assinado por: Morais, Franco e Gorgel.

Ata - 08/11/1828

Ata da reunião de 08 de novembro de 1828, realizada na casa do juiz presidente, na qual realizaram ofício ao Vigário para que no dia 08 de dezembro seja feita as eleições dos Pelouros.
Documento registrado pelo escrivão Manoel Anselmo de Souza e assinado por: Morais, Franco, Carvalho e Gorgel.

Ata - 04/01/1829

Ata da reunião de 04 de janeiro de 1829, realizada na casa do juiz presidente, onde realizaram eleição para Juiz de Órfãos, na qual saiu eleito o Capitão Antonio Soares de Barros. Na mesma mandaram passar para o Procurador pagar a quantia referente aos bens do Conselho ao Segundo Tabelião Manuel Anselmo de documento que o mesmo tirou para a defesa do libelo. Além de ofício da Vila de Porto Feliz sobre o arremate de estanque de águas ardentes.
Documento registrado pelo escrivão Manoel Anselmo de Souza e assinado por: Gonçalves, Canto, Camargo, Silva e Queiroz.

Ata - 24/01/1829

Ata da reunião de 24 de janeiro de 1829, realizada na casa do juiz presidente, na qual, oficializaram os Juízes de Paz da Capela de Santa Barbara e da Capela do Ribeirão Claro para que se fizesse publicar edital para as eleições. Na mesma deram posse ao escrivão da Câmara Jose Rodrigues de Cerqueira César e arremataram as aferições da Vila a Joaquim Marcelino da Rocha e seu fiador Manoel José Machado.
Documento registrado pelo escrivão Manoel Anselmo de Souza e assinado por: Gonçalves, Canto, Camargo, Silva e Gorgel.

Ata - 28/02/1831

Ata da reunião de 28 de fevereiro de 1831, onde houve Sessão Extraordinária pelo motivo do requerimento apresentado com despacho do presidente da província recomendando a nomeação de Juiz de Paz na Capela de Limeira. Tomou-se as providencias para a realização das primeiras eleições na Capela de Limeira, a cujo pároco foi oficiado, no sentido que rezasse a missa e afixasse na porta da matriz a lista de pessoas que pudessem votar e ser votadas.
Documento registrado e escrito pelo Secretario Francisco Florencio do Amaral e assinado por Roza, Fiuza, Passos, Gorgel e Silva.

Ata - 08/08/1831

Ata da reunião extraordinária de 08 de agosto de 1831, onde tratou-se sobre: providências com relação às eleições de 8 de setembro, na qual seria escolhido novo deputado da Corte. Documento escrito pelo secretário Francisco Florencio do Amaral e assinado por: Rosa, Fiuza, Silva, Passos e Castro.

Ata - 29/09/1834

Ata da reunião de 29 de setembro de 1834, onde tratou-se sobre: ofícios do presidente da Província sobre a reunião do colégio eleitoral escolhendo o dia 09 de Novembro para as eleições de deputados de província.
Documento escrito pelo secretário Francisco Florencio do Amaral e assinado por Antonio Fiuza de Almeida, Bento Manoel de Moraes, Francisco Jose Machado, Antonio de Arruda Leme e Manoel de Toledo Silva.

Ata - 18/07/1836

Ata da reunião de 18 de julho de 1836, onde tratou-se sobre: o ofício do presidente da província que manda que esta Câmara proceda as eleições dos eleitores no dia 07 de Setembro de 1836, e discutiram sobre o consumo das águas ardentes dentro deste municipio.
Documento escrito pelo secretário Francisco Florencio do Amaral e assinado por Antonio Fiuza de Almeida, Elias de Almeida Prado, Miguel Antonio Gonçalves e Manoel de Toledo Silva.

Resultados 1 até 10 de 39