Previsualizar a impressão Fechar

Mostrar 162 resultados

Descrição arquivística
162 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais
Passarela Pênsil "José Dias Nunes".
BR SPCVP AF-PIR-PIRA2023-21 · Item · julho de 2023
Parte de Acervo Fotográfico (Coleção)

Registro da Ponte Pênsil vista de baixo, é possível visualizar grande parte do céu com nuvens, vegetação gramínea à beira do Rio e a vegetação arbórea ao redor. Conclui-se que a vasão do rio estava baixa, pois é possível observar as pedras do meio do Rio. Fotografia de autoria do fotógrafo Rubens Cardia.
A "passarela pênsil " é ponte de pedestres que liga as duas margens do Rio Piracicaba, mais precisamente a Avenida Beira Rio (margem esquerda) e uma das entradas do Engenho Central (margem direita). Foi inaugurada no dia 15 de dezembro de 1992, e tem seu estilo inspirado em projetos estadunidenses, como Golden Gate (São Francisco, CA) e a Brooklin Bridge (NY). A passarela possui uma extensão de 103 metros (de ponta a ponta) e 78 metros de vão suspenso, foi denominada por meio da Lei Municipal n. 3.717 de 29 de dezembro de 1993.

Passarela Pênsil "José Dias Nunes"
BR SPCVP AF-PIR-PIRA2023-23 · Item · julho de 2023
Parte de Acervo Fotográfico (Coleção)

Registro da Passarela Pênsil José Dias Nunes vista de baixo e com vista para o céu, na parte inferior há também o Rio Piracicaba e sua margem.
Fotografia de autoria do fotógrafo Rubens Cardia.
A "passarela pênsil" é ponte de pedestres que liga as duas margens do Rio Piracicaba, mais precisamente a Avenida Beira Rio (margem esquerda) e uma das entradas do Engenho Central (margem direita). Foi inaugurada no dia 15 de dezembro de 1992, e tem seu estilo inspirado em projetos estadunidenses, como Golden Gate (São Francisco, CA) e a Brooklin Bridge (NY). A passarela possui uma extensão de 103 metros (de ponta a ponta) e 78 metros de vão suspenso, foi denominada por meio da Lei Municipal n. 3.717 de 29 de dezembro de 1993.

Passarela Estaiada "Dr. Aninoel Dias Pacheco"
BR SPCVP AF-PIR-PIRA2023-41 · Item · julho de 2023
Parte de Acervo Fotográfico (Coleção)

Iconografia que registra a chamada passarela estaiada, na imagem, vista de baixo para cima, é possível observar os detalhes da estrutura de tal local.
Fotografia de autoria do fotógrafo Rubens Cardia.
A passarela Dr. Aninoel Dias Pacheco, conhecida popularmente como passarela estaiada, é uma ponte para pedestre que liga as margens do Rio Piracicaba, mais precisamente o Engenho Central (margem direita) e a avenida Beira Rio (margem esquerda). O local tem 152 metros, largura de 4,2 metros e vão estaiado tem 98 metros e foi denominada por meio da Lei n. 7.250, de 19 de dezembro de 2011.

Passarela Pênsil "José Dias Nunes"
BR SPCVP AF-PIR-PIRA2023-22 · Item · julho de 2023
Parte de Acervo Fotográfico (Coleção)

Registro da Ponte Pênsil vista de baixo, é possível visualizar grande parte do céu com nuvens, vegetação gramínea à beira do Rio e a vegetação ao redor. Conclui-se que a vasão do rio estava baixa, pois é possível observar as pedras do meio do Rio. Fotografia de autoria do fotógrafo Rubens Cardia.
A "passarela pênsil" é ponte de pedestres que liga as duas margens do Rio Piracicaba, mais precisamente a Avenida Beira Rio (margem esquerda) e uma das entradas do Engenho Central (margem direita). Foi inaugurada no dia 15 de dezembro de 1992, e tem seu estilo inspirado em projetos estadunidenses, como Golden Gate (São Francisco, CA) e a Brooklin Bridge (NY). A passarela possui uma extensão de 103 metros (de ponta a ponta) e 78 metros de vão suspenso, foi denominada por meio da Lei Municipal n. 3.717 de 29 de dezembro de 1993.

Ponte Irmãos Rebouças - Ponte do Mirante
BR SPCVP AF-PIR-PIRA2023-56 · Item · Julho de 2023
Parte de Acervo Fotográfico (Coleção)

Imagem, de 19 de julho de 2023, retratando a Ponte Irmãos Rebouças, também conhecida como Ponte do Mirante. Tendo sido inaugurada 15 de maio de 1875, essa ponte, que é uma das mais antigas da cidade, teve como responsáveis os irmãos Antonio Pereira Rebouças Filho e André Pinto Rebouças. Destaque-se o fato de que os irmãos Rebouças eram negros, num período em que a escravidão ainda vigorava no país. Observa-se, à esquerda, o Rio Piracicaba e sua vegetação e, à direita, a Ponte Caio Tabajara Esteves de Lima e o Elevador Turístico Alto do Mirante. Fotografia de Rubens Cardia Neto.

Vista para passarela pênsil "José Dias Nunes"
BR SPCVP AF-PIR-PIRA2023-20 · Item · julho de 2023
Parte de Acervo Fotográfico (Coleção)

Imagem registra passarela pênsil à distância, sendo que o que predomina na foto é o rio Piracicaba e a vegetação ao seu redor, mas também é possível identificar, no segundo pano da imagem, o Aquário Municipal de Piracicaba Ilda Borges Gonçalves. Fotografia de autoria do fotógrafo Rubens Cardia.
A "passarela pênsil" é a ponte de pedestres que liga as duas margens do Rio Piracicaba, mais precisamente a Avenida Beira Rio (margem esquerda) e uma das entradas do Engenho Central (margem direita). Foi inaugurada no dia 15 de dezembro de 1992, e tem seu estilo inspirado em projetos estadunidenses, como Golden Gate (São Francisco, CA) e a Brooklin Bridge (NY). A passarela possui uma extensão de 103 metros (de ponta a ponta) e 78 metros de vão suspenso, foi denominada por meio da Lei Municipal n. 3.717 de 29 de dezembro de 1993.

Salto do Rio Piracicaba
BR SPCVP AF-PIR-PIRA2023-32 · Item · julho de 2023
Parte de Acervo Fotográfico (Coleção)

Registro do Salto de Piracicaba, sendo que o salto é uma queda de água em abundância, em Piracicaba os peixes pulam na região do salto durante o período da "Piracema", já que é nesse momento em que acontece a desova dos peixes, o que aumenta significantemente a sua quantidade.
Fotografia de autoria do fotógrafo Rubens Cardia.

Aquário Municipal "Ilda Borges Gonçalves"
BR SPCVP AF-PIR-PIRA2023-35 · Item · Julho de 2023
Parte de Acervo Fotográfico (Coleção)

Fotografia da fachada e entrada do Aquário Municipal Ilda Borges. É possível observar defronte a porta esculturas de peixes, assim como também algumas pessoas em pé. Fotografia de autoria do fotógrafo Rubens Cardia.
O Aquário Municipal “Ilda Borges Gonçalves” foi inaugurado em 19 de setembro de 2012 e recebeu tal denominação por meio da Lei municipal n. 7.641 de 02 de julho de 2013, localizando-se no Parque do Mirante, com vista privilegiada do salto do rio Piracicaba. O espaço, que é administrado pela Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (SEDEMA), conta com três aquários, com mais de 70 espécies e mais de 2.000 peixes nativos de diversos países da Ásia, África, Europa e América, além de dois lagos, com diversos peixes do Brasil e carpas.

Aquário e Peixe
BR SPCVP AF-PIR-PIRA2023-36 · Item · julho de 2023
Parte de Acervo Fotográfico (Coleção)

Fotografia do interior do Aquário Municipal Ilda Borges Gonçalves. Observa-se a estátua de um peixe centralizado na entrada.
Fotografia de autoria do fotógrafo Rubens Cardia.
O Aquário Municipal “Ilda Borges Gonçalves” foi inaugurado em 19 de setembro de 2012 e recebeu tal denominação por meio da Lei municipal n. 7.641 de 02 de julho de 2013, localizando-se no Parque do Mirante, com vista privilegiada do salto do rio Piracicaba. O espaço, que é administrado pela Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (SEDEMA), conta com três aquários, com mais de 70 espécies e mais de 2.000 peixes nativos de diversos países da Ásia, África, Europa e América, além de dois lagos, com diversos peixes do Brasil e carpas.

Peixinho
BR SPCVP AF-PIR-PIRA2023-37 · Item · Julho de 2023
Parte de Acervo Fotográfico (Coleção)

Fotografia retratando uma espécie de peixe presente no Aquário Municipal Ilda Borges Gonçalves.
Fotografia de autoria do fotógrafo Rubens Cardia.
O Aquário Municipal “Ilda Borges Gonçalves” foi inaugurado em 19 de setembro de 2012 e recebeu tal denominação por meio da Lei municipal n. 7.641 de 02 de julho de 2013, localizando-se no Parque do Mirante, com vista privilegiada do salto do rio Piracicaba. O espaço, que é administrado pela Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (SEDEMA), conta com três aquários, com mais de 70 espécies e mais de 2.000 peixes nativos de diversos países da Ásia, África, Europa e América, além de dois lagos, com diversos peixes do Brasil e carpas.